quinta-feira, 24 de março de 2022

Publ. avulsas conserv. ecossistemas, 35:1-144 (mar. 2022)

CASTRO, Antonio Alberto Jorge Farias; FARIAS, Ruth Raquel Soares de; SOUSA, Samara Raquel de; OLIVEIRA, Tony César de Sousa; CASTRO, Nívea Maria Carneiro Farias; LOPES, Raimundo Nonato; SOUSA, Geny Maria de. (2022). Caracterização da flora e da vegetação de florestas estacionais das Serras Gerais, municípios de Eliseu Martins, Pavussu e Canto do Buriti, sudoeste do Piauí. Publ. avulsas conserv. ecossistemas, Teresina, n. 35, p. 1-144, mar. (Série: Texto para Discussão). ISSN 1809-0109.

Publ. avulsas conserv. ecossistemas 35:1-144 (mar. 2022).

RESUMO

Estudar a composição e estrutura das vegetações além de contribuírem para a caracterização da vegetação local, serve ainda para fomentar discussões relacionadas à implementação de políticas públicas específicas para a preservação dos diferentes biomas brasileiros, especialmente em áreas de transição, onde essa classificação de domínios ainda é incipiente. O presente estudo teve como objetivo identificar a flora e a vegetação das florestas estacionais semidecíduas de transição, que se encontram nos municípios de Eliseu Martins, Pavussu e Canto do Buriti, no estado do Piauí, Brasil, e propor uma classificação fitossociológica para estas comunidades. Para isso, foram definidos 12 pontos de coleta de material botânico para a caracterização florística. A estrutura foi caracterizada seguindo o Protocolo de Avaliação Fitossociológica Mínima (PAFM) em uma área total de 1,02 hectares de área amostrada (17 parcelas). Foram estimados os parâmetros fitossociológicos usuais, e a diversidade foi calculada utilizando os índices: riqueza, similaridade e equabilidade. No total foram registrados um total de 105 táxons registrados, distribuídos em 30 famílias e 68 gêneros, sendo apenas 33 táxons completamente determinadas até o nível de espécie. Caesalpiniaceae foi a família que se destacou em riqueza específica (16 spp.), seguida por Papilionaceae (15 spp.), Malpighiaceae (7 spp.) e Erythroxylaceae (4 spp.). Na análise fitossociológica, foram amostradas 87 espécies, sendo que apenas quatro tiveram Frequência Total (de 100%). As espécies Combretum glaucocarpum  Mart. e Campomanesia  sp. foram as com maiores índices de Importância e Densidades Absolutas. Quanto ao endemismo, apesar da presença de espécies dos Domínios Amazônico, Cerrado e Mata Atlântica, a vegetação é predominantemente indicadora do Bioma CAATINGA.

ABSTRACT

Understing the vegetation composition and structure, besides contributing to the characterization of the regional vegetation, it also provides discussions about the implementation of public policies to environment preservation of different Brazilian biomes, especially in transition regions, where this classification of domains is remaining incipient. This study aims to identify flora and structure of the Transitional Semideciduous seasonal forests, located in Eliseu Martins, Pavussu and Canto do Buriti, in the state of Piauí, Brazil, and proposing a phytosociological classification for these communities. Was selected 12 points to realize the collection of the botanical material to floristic characterization. The structure was characterized following the Minimum Phytosociological Assessment Protocol (MPAP) in a total area of 1.02 hectares (17 plots). The usual phytosociological parameters were estimated, and the diversity was calculated using the indices: richness, similarity, and equitability. In total, 105 taxa were registered, distributed to 30 families and 68 genera, with only 33 taxa completely determined down to the species level. Caesalpiniaceae was the richest family (16 spp.), followed by Papilionaceae (15 spp.), Malpighiaceae (seven spp.), and Erythroxylaceae (four spp.). In the phytosociological analysis, 87 species were sampled, however, only four had Frequency of 100%. The Combretum glaucocarpum  Mart. and Campomanesia  sp. species were the ones with the highest indices of Importance and Absolute Densities. As for endemism, despite the presence of species from the Amazon, Cerrado, and Atlantic Forest domains, the vegetation is predominantly indicative of the CAATINGA Biome.



Mata do CHUPEIRO (Pavussu, Piauí)

Nenhum comentário:

Postar um comentário